Emilio Romero

AS FORMAS DA SENSIBILIDADE: emoções e sentimentos na vida humana
Quarta edição 2004 - 275 pág

As quatro grandes modalidades dos afetos estão presentes na vida de todos os humanos. Emoções e sentimentos, estados  de ânimo e paixões tanto dão um colorido especial a nossa vida  quanto nos perturbam até o descontrole e o sofrimento. Existem aspectos positivos e patológicos também nos afetos. O livro aborda os dois aspectos.


Temário:


I. Os afetos e a afetividade: uma dimensão básica da existência
l. Os afetos permeiam a vida pessoal e o espaço social
2. Caracterização fenomenológica da afetividade e dos afetos
3. A dimensão afetiva e sua relação com as outras dimensões da existência
4. Fatores inerentes à dimensão afetiva
- A ressonância afetiva
- Os afetos outorgam um caráter dramático e cromático à experiência
- Pelos afetos, em especial pelas emoção, determinados climas e cenários adquirem uma feição mágica
- Toda modalidade afetiva implica, de maneira sutil ou marcante, uma forma de valorização
5. Classificação dos afetos: as quatro modalidades afetivas
6. A questão dos métodos no estudo dos afetos
7. Os modelos epistêmicos existentes em psicologia e sua maneira de enfocar os afetos
8. O modelo compreensivo: os tipos de compreensão
9. O método fenomenológico
10. O método dialético Obras citadas


II. As emoções e a emotividade: o impacto dos eventos e da situação na
sensibilidade
1. Os eventos inesquecíveis estão impregnados de emoção e sentimento
2. Emoções específicas e emoções associadas
3. As emoções e sua presença nas outras modalidades afetivas
4. As proto-emoções e outros afetos semelhantes
5. O medo, o receio e a ansiedade dominam aos seres humanos
6. A raiva: sua motivação e dinâmica básicas:
a) a agressão sofrida;
b)a frustração;
c)o sentimento de ter sido injustiçado
7. Aspectos sintomáticos das emoções
8. As emoções do medo e da raiva oriundas de uma predisposição vivencial prévia
9. Caráter sintomático da reação emocional: as fobias
10. A defasagem etária da emotividade: hiper-emotividade e apatia
11. Emoções e perturbações psicossomáticas


III. Os sentimentos como vínculos e disposições afetivas
1. Os sentimentos como reveladores do mundo pessoal
2.O predomínio de certos sentimentos numa pessoa traduz traços importantes de sua personalidade
3.Há uma gênese e um desenvolvimento dos afetos
4.Os afetos: liames invisíveis, amarras e pontos de ancoragem
5.Os sentimentos: caracterização geral e sua relação com as impressões
6.Considerações preliminares para uma patologia dos sentimentos
7.Critérios para uma classificação dos sentimentos


IV. Critérios para uma patologia dos sentimentos: quando os afetos são perturbadores e conflitivos
1.0. Os quatro critérios fundamentais
2.0.A persistência e acentuação dos sentimentos negativos, ego-assintônicos
2.1. Os sentimentos de desvalor pessoal e de inferioridade
2.2. A vergonha como tomada de consciência do indigno e censurável
2.3. A culpa e seus fantasmas: o Macbeth de Shakespeare
2.4. O sentimento de culpa como consciência da responsabilidade e da falta
2.5. Culpa e desculpa: auto-indulgência e racionalização
2.6. O sentimento de frustração e de malogro pessoal
3.0. A hipertrofia dos sentimentos ego-sintônicos
3.1. A vaidade como o primeiro degrau do narcisismo
3.2. O lado menos amável do narcisismo e da afirmação de si: a arrogância
3.3. O poder e a arrogância no Zaratustra de Nietzsche
4.0. A presença acentuada de sentimentos ambivalentes
4.1. A ambivalência no círculo familiar
5.0. A acentuação dos sentimentos orientados pela antipatia e o desvalor do outro
5.1. A simpatia e a antipatia
5.2. A escala da antipatia
6.0. Como entender o predomínio dos sentimentos negativos na pessoa?
-Notas e obras citadas


V. As paixões: seu envolvente e fascinante sortilégio
1. Uma breve história do conceito paixão
2. A paixão e seu impacto na experiência de diferentes pessoas: pro e contra
3. O círculo da paixão: a paixão como uma forma peculiar de ligação do sujeito com determinados objetos
4. As características fenomenológicas da paixão
5. O encanto da paixão e do amor
6. Paixões sintomáticas: os remedos do amor
7. Algumas diferenças notáveis entre a paixão e o amor
8.  A paixão pela causa doutrinal: política, religiosa, científica
9 . Paixão pela causa, fanatismo e terror


VI. Climas e estações afetivas: os estados de ânimo –ou de humor
1.Algumas questões relevantes relacionadas com os estados de ânimo (EA)
2.Depoimentos que nos permitem apreender a fenomenologia
3.Dos EA: a euforia e a tristeza nostálgica.
4.Características dos estados de ânimo
5.Classificação dos estados de ânimo: as duas grandes dimensões
6.Critérios para uma psicopatologia dos EA
7.Esclarecimento sobre as denominações das quatro polaridades
8.O que fazer para regular os estados de humor negativos?
-Notas e obras citadas