FRANCIS NÓVEL - EMILIO ROMERO

A COMPREENSÃO DE SI E DO MUNDO
310 páginas

Índice de matérias:
I. Métodos de pesquisa de orientação fenomenológica e compreensiva

1.Conceitos básicos sobre o método- Diferenças entre método e técnica
2.Métodos quantitativos e qualitativos
3. Métodos qualitativos clássicos
4.O método fenomenológico –Idéias centrais e variações
5.O método dialético

    O movimento e a transformação
    A unidade dos contrários, suas contradições, conflitos e oposições
    A tese, a antítese e a síntese.

6.O método maiêutico, inspirado no estilo socrático de dar a luz a verdade mediante o diálogo
7.A hermenêutica, inspirada em Dilthey, Heidegger e Ricoeur
8.O método compreensivo -entendido tanto como um modelo epistêmico como um procedimento específico de pesquisa.
- As modalidades da compreensão como métodos
8.1-A compreensão intuitiva do acontecer vivencial e da própria subjetividade. A intuição como função psíquica predominante. Intuição e percepção do sentido. Existe um tipo intuitivo? Jung. Existe algum modo de avaliar a intuição numa pessoa

8.4. A compreensão racional como processo de abstração e conceitualização. A lógica das relações.

        A compreensão motivacional como o método por excelência da psicologia. A motivação como motor da ação. Os motivos e sua conexão com os fins.

8.5.Os tipos de motivações: necessidades, demandas e interesses.
8.6.A compreensão do discurso (lingüística) dos signos e dos símbolos (semiótica). A manipulação dos signos e dos símbolos como formas de controle social e dominação.
 
II. Métodos e técnicas de tipo compreensivo
Emilio Romero:
1. Algumas técnicas usadas em psicoterapia. A primazia do diálogo não exclui o uso de técnicas.
2. A compreensão dos sonhos

    O significado e a compreensão dos sonhos
    Os sonhos com expressão da ressonância dos eventos atuais
    Os sonhos como reveladores de constantes caracteriais
    Os sonhos como manifestação do programado e do alienado
    Os sonhos como reveladores de estruturas vivenciais

3.O emprego  do TAT num enfoque fenomenológico e compreensivo
-O TAT com expressão de si perante uma situação parcialmente configurada
-O TAT como um instrumento de avaliação da dinâmica da personalidade
-O TAT como um instrumento de criatividade

# Emilio Romero:
4. O Exacami: a exploração ativa do campo imaginário

    A exploração do campo imaginário como uma forma de criatividade
    A exploração do campo imaginário como uma forma de detectar a trama das constantes vivenciais.
    A exploração como uma forma de liberação do alienado e reprimido

# Francis Nóvel:
5.. Personagem em procura de um destino –o PPD 

    A completação e invenção de histórias como um convite para entrar no campo imaginário e abrir-se ao meramente possível
    A invenção de histórias como abertura para outras formas de existência, diferentes às dominantes na pessoa.
    Como uma forma de auto-expressão

6..A desconstrução e  construção da biografia como método
O estudo da biografia como um aspecto básico para o conhecimento e a construção de si. a) como proposta de recuperar a identidade pessoal mediante a história pessoal; b) como compreensão dos eventos formadores.

    O estudo da biografia como via de acesso à gênese das configurações vivenciais
    Os temas fundamentais na reconstrução da biografia.

# Emilio Romero:
7.. A espiral da Vida como técnica de auto-compreensão e de interação.
-A Espiral como técnica de trabalho em grupo
-A Espiral como uma forma de desafio e questionamento em situação grupal

# Francis Nóvel
8. Técnicas específicas favorecedoras do aprofundamento nas vivências pessoais

7.1.O reflexo rogeriano no diálogo
7.2.O questionamento progressivo
7.3.O uso divã como uma técnica
7.4. A imagem especular como técnica
7.5. A cadeira vazia da gestalt
7.6. Outras técnicas:

        A reeducação da postura e da cinética corporal
        A música como indutora de experiências reveladoras.
        A focalização de E. Gendlin
        O psicodrama como técnica
        Testes e questionários como métodos de pesquisa.